Edição impressa

Vai viajar?

Quem não foi no final de ano, na certa alguns dias fará um passeio. Evidentemente, com os cuidados necessários para evitar transtornos futuros. E, é claro, com cuidado no trânsito, que também é muito grave. Esse nosso Brasil tem muito a observar. Nós, o rumo é a região da Serra, muitas belezas construídas e a fartura gastronômica, mesmo diante da pandemia, o Natal Luz de Gramado atraiu multidões. E agora nesse período é o litoral gaúcho que alguns chegam a abusar, mas sempre um passeio recarrega nossas energias. Mas o sonho dos gaúchos é o litoral catarinense, não somente para as férias como também para lá residir. E o diferencial, é que lá chegando, procuram emprego e conseguem na hora. O conceito dos gaúchos lá é elevadíssimo. E além de Balneário Camboriú, Itapema, a Ilha, são tantas histórias onde ali começou o estado bem como de quando os portugueses desceram para o sul. O ponto nobre da ilha é Santo Antônio de Lisboa, que acolheu os portugueses, criado em 1775. Mas, para o mundo católico, são vários santuários Bom Jesus de Santa Cruz, Imaculada Conceição, Nossa Senhora do Bom Socorro, Nossa Senhora de Fátima e, o mais visitado, o Santuário de Santa Paulina, em Nova Trento. E as virtudes de Camboriú, Itajaí e outras cidades litorâneas. Mas quem é católico ou costuma apreciar as catedrais do Brasil, vale a pena conhecer algumas. A de Maringá – Paraná; Convento São Francisco – Bahia; a Catedral de São Paulo; Santo Antônio de Tiradentes – Minas Gerais; Nossa Senhora da Conceição – Campinas; Candelária – Rio de Janeiro; Catedral Militar Santa Maria dos Militares Rainha da Paz – Brasília; nem assim conseguem colocar paz nos poderes públicos constituídos. Mas vamos destacar as dos gaúchos, a Catedral de Gramado, a Catedral de Pedra em Canela (foto), a Catedral São João Batista de Santa Cruz do Sul, o Santuário Santo Antônio em Bento Gonçalves e, evidente, em Santa Maria, o Santuário da Medianeira que acolhe a padroeira do estado, e o de Schoensttat, é uma síntese do patrimônio cultural histórico do nosso país.

Comment here