Resumo Digital

Símbolos nacionais

Uma data importante nesta sexta-feira ensolarada em Santa Maria só esperamos que as pessoas respeitem os decretos, pois já passamos das 50 vítimas. Sabemos o quanto é difícil ficar em casa, manter o distanciamento do convívio social só focados nas redes sociais que inclusive prejudicam a juventude, principalmente os que estão estudando remotamente. Sabemos que todos nós precisamos exercitar a voz, conversar ou alguém acha que nos meios de comunicação as pessoas não fazem treinamentos para rádio, jornal e TV. Discursos geralmente, diferente do passado, não são mais de improviso e tudo é lido pela falta de exercícios. Portanto, neste final de semana temos a esperança de na segunda-feira voltarmos a bandeira laranja e que damos encaminhamento para a volta às aulas ou dar por encerrado o ano letivo, porque a bagunça é muito grande. Concordo com os professores sobre a falta de estrutura dos colégios para adotar o sistema pretendido. Já que não tem aulas presenciais os pais devem falar às crianças sobre o quanto são importantes os símbolos nacionais. Evidente que o mais conhecido é a Bandeira Nacional e o Hino da mesma fora, já que chegamos ao Dia do Gaúcho vamos ouvir o Hino Riograndense, a música dos pampas e o quanto é bela a mensagem ali produzida. Temos ainda as Armas e o Selo Nacional, mas o principal deveria acontecer hoje nas repartições públicas e comércio por toda parte com a exposição da Bandeira Nacional, o quanto significa a valorização de amor pela Pátria. No dia 7 de Setembro em quantas vilas eu vi a bandeira tremulando no alto das casas e no alto da CACISM ela está 24 horas. E quero aqui citar dois amigos, o Gaspar e a Ceura Miotto, que ela está preparando um livro com a história do seu pai Pedro Fernandes da Silveira, vereador por mais de 20 anos no tempo em que o cargo era gratuito, uma bela história em um livro que vem pela frente. Além das orquídeas, as flores em frente à sua casa que contempla o Parque Itaimbé, lá na sacada está a Bandeira do Brasil, como são poucas assim expostas quando avistamos uma de imediato olhamos.

ASSUFSM: foi criada em 18 de setembro de 1973, é a Associação Beneficente dos Servidores da UFSM.

Calçadão: que novela, previsto para o dia 15 o reinício das obras e nada à vista. Vamos combinar, engavetar o projeto, esperar a nova gestão, terceirizar o espaço para uso empresarial com locais para eventos gastronômicos e a cobertura a moda de Gramado. É preciso conversar com os proprietários dos imóveis para serem parceiros e a prefeitura só vai aprovar os projetos e acompanhar o que será feito. Economia municipal, riqueza e grandeza para o centro da cidade. Não faltarão pessoas interessadas para assumir o projeto, e que os recursos em haver pelas obrigações empresariais sejam transferidos para outro investimento. Agora não aceitem que apareça uma associação como a da GARE, que pouco se sabe sobre ela, sua experiência no empreendedorismo e qual o objetivo de aproveitar o espaço num todo e não só os escombros lá existentes, é muito estranho e ainda bem que pessoas visionárias buscaram na justiça esclarecimentos.

Doces na Medianeira: já estão à venda cucas feitas no dia pelas senhoras da comunidade e doces artesanais. Além de degustar a qualidade as pessoas estarão colaborando com a estrutura do Santuário.  

Detentores de cargos: é lamentável ver as desavenças via mídia, procure dialogar com entendimento antes de vazar. Por exemplo, agora os colégios militares queriam iniciar as aulas e o governador ameaçou que se for descumprido o decreto vai para a justiça. Não é assim que se constrói um bom relacionamento. Os colégios já cancelaram as aulas. O diálogo, a negociação e o entendimento sempre existiram dentro do parlamento para aprovar projetos, vejam quanto o governador batalha agora pela aprovação da reforma tributária, até mídia forte vem fazendo e quem vota são só 55 deputados. Depois reclama que não tem dinheiro. Portanto, o diálogo e o entendimento criam respeito entre tudo e todos e como se sabe a imprensa precisa de matéria para poder se manter principalmente se forem negativas que cativam leitores, ouvintes e telespectadores, é só acompanhar e refletir sobre isso sempre lembrando que o coronavírus veio para pôr limites em tudo e em todos.

APOIO: Vidraçaria Miragem, CFC Padre Reus, Construtora Jobim, Pampeiro, Expresso Medianeira, AM Brum Assistência Familiar e Funerária Angelus, Ravanello Restaurante, Desinservice, Clínica Borsatto, Dr. Adair Marques, Sislimpa, Sicredi, Casa do Pastel, Floricultura Yamamoto, Sercimaq, Labivida, Pozzobon Agropecuária, Auto Ivo Multimarcas, Churrascaria Bovinu’s, Restaurante Estância do Minuano, Mecânica Manfio, Irmãos Bissacotti, Sucessu’s Tecidos e Malhas, Churrascaria Tertúlia, Agafarma Camobi, Walter Beltrame, Sibrama, Aguativa, Redemac Potrich, SM Fibras, Ponto da Dieta, Santa Catarina Transportes, Pizza You, Mecânica Medianeira Randon, Vigilare, Madeireira Cerrito, HCAA, Duque Auto Posto, Unimed, Moinho Santa Maria, Loja Safira, Frazzon Iluminação, Restaurante Vera Cruz, Ponto das Pedras, Multipress, Beliva Distribuidora, Posto São Marcos, Guigu’s Gás, Casa do EPI, Rodas e Cia, Bella Trento.

Comment here