Sem categoria

Ponto do Cafezinho – Edição 1315

Eleições municipais: formar uma corrente positiva para que os parlamentares que estão distantes do coronavírus e que ninguém fala, façam uma PEC para adiar o pleito deste ano, prorrogar os mandatos de quem está, pois estarão contribuindo no combate ao surto. Porque as prefeituras estão preparadas com equipes e equipamentos visando o bem-estar das pessoas. Uma eleição vai interromper esse trabalho e os candidatos vão se dedicar à campanha, até os prefeitos que vão concorrer e se em outubro não vencerem quem assumir vai ter que tomar pé e organizar a seu modo. Isso é um prejuízo de custo elevadíssimo para o país. Já vimos correntes contrárias ao adiamento, inclusive no judiciário, evidente pela geração de empregos e o ganho fácil alguns não querem o adiamento para uma única eleição em 2022, quanta economia seria. E os mais de R$ 3 bi que devem ter ido para as siglas poderiam ser aplicados agora na saúde e na educação. Vamos acompanhar, não é impossível, é preciso que seja feita uma alteração na Constituição e que os que estão nos cargos permaneçam dando continuidade ao seu governo.

Vícios: são tentadores, cabe a cada ser humano escolher o modo de viver, praticar exercícios, administrar a sua alimentação, seguir orientações médicas e o cigarro, a bebida, a droga, a criminalidade, qual o benefício que trazem para si? Portanto, o coronavírus traz um alerta, tenho constatado pessoas fumantes ou que bebem que estão com medo e se cuidando e arrependidas de terem escolhido um vício. Nesse momento aos proprietários de restaurantes principalmente devem zelar pela qualidade, pela apresentação principalmente de quem trabalha no preparo dos alimentos. Ando muito pela cidade e sou observador, agradeço a Deus por essa oportunidade e a Santa Luzia por poder contemplar tudo o que vejo. Mas condeno em algumas casas gastronômicas as pessoas com sua indumentária de cozinheiros, no intervalo fumando em frente ou ao lado dos estabelecimentos, o que não condiz com as recomendações para quem trabalha na parte de alimentos. Ao ser contratado, acho que o empresário deveria perguntar se é fumante, mas aí vem a discriminação. Neste momento se alguém for encontrado fumando, pelo que citamos, a fiscalização vai autuar o fumante ou o empresário? É uma questão jurídica, a recomendação é de que para a preparação de alimentos não seja fumante. Ainda bem que veio a máscara para pôr limites.

Aula sobre política: na Rádio Gaúcha ontem Roberto Jefferson passou a limpo o Brasil e a conjuntura política nacional. Ele veio a público há poucos dias, tipo na época do Mensalão. Quem não ouviu perdeu o que se passa em nosso país politicamente e a crise institucional e os líderes que manobram o país em um pequeno grupo.

Governador Eduardo Leite: propõe ele um corte de R$ 355 milhões a alguns poderes. Alguém acha que ele vai conseguir? Mas vejam bem leitores, é assustador. O Tribunal de Contas recebeu R$535 milhões, a Assembleia Legislativa R$ 550 milhões e o que mais assusta é o Ministério Público R$ 1,1 bi. Ele quer uma redução desses e outros órgãos, é uma contrapartida para ajudar na crise do estado. Vejam bem que o Piratini tem que mandar mensalmente os valores planejados para o parlamento que não tem receita, agora o poder judiciário em alguns casos tem a receita das custas processuais e serviços de tabeliões. Vamos cuidar o coronavírus que veio para equilibrar.

Gari: a empresa local, a Sislimpa que cuida as ruas da cidade, acreditamos que receba um valor considerável, mas é necessário destacar o trabalho que seus colaboradores prestam pelas ruas de Santa Maria. No domingo principalmente as ruas estão limpas, e nos dias de semana eles limpam e assim que passam o lixo já é jogado novamente na calçada, lojistas colocam caixas, pessoas colocam móveis. Mas eles merecem nesse dia 16 um abraço da comunidade santa-mariense pela árdua missão de manter a cidade limpa e agradável.

Parabéns: a professora Regina Biacchi Emanuelli pelos ensinamentos da então FIC pelo seu aniversário neste dia 15 de maio. Muita luz, paz e prosperidade e deixe que o Claudio trabalhe ele precisa formar patrimônio para os netos, estou brincando. E agradecemos a Deus pelo dom da vida.

O que faz a política: acompanhei desde a campanha o trabalho conjunto do Jorge Pozzobom e do Sérgio Cecchin, que depois de eleitos continuaram parceiros, sempre juntos, com um trabalho efetivo entre ambos, produzindo, buscando soluções para a cidade. Até na Romaria foram rezar juntos em frente a Nossa Senhora Medianeira, e neste ano houve um distanciamento não acredito que brigaram entre os dois, tudo é pelas eleições. Se Deus quiserem se forem iluminados os deputados federais vão alterar a Constituição e unificar em uma única eleição nacional, estadual e municipal para 2022. Já imaginaram a economia para o Brasil? Alguém não quer, porque vai engordar seu salário. E os atuais mandatos como já aconteceu serão prorrogados por mais dois anos. Humildade, diálogo e que apareça um intermediário para unir os dois e na Romaria da Medianeira deste ano gostaria de registrar a foto dos dois juntos. Uma gestão construída pelos dois e um futuro brilhante político para ambos se souberem aproveitar, tem espaço para ambos, são líderes com trânsito livre e é bom para a cidade. Esta é minha opinião.

Criminalidade: a Lava Jato achei que ia acabar com a corrupção, parece-me que apareceu mais. O coronavírus mandou as pessoas se recolherem e ficarem em casa, veio para equilibrar, mas nem assim assusta os mafiosos do país. Quem está acompanhando a corrupção que está acontecendo na compra de equipamentos, deverá ser investigada. Contrabando a todo instante tem apreensões, isso que as fronteiras estão controladas. A droga todos os dias registra fatos locais, tendo em vista as abordagens nos veículos, na semana foi detido um jovem de 20 anos com uma carrocinha dos catadores para ninguém suspeitar e lá dentro tinha 10 kg de maconha. O conto do bilhete não tem limites, haja cadeia, investigações e justiça para julgar tantos processos.

Eu vi e acompanhei: nesta página que escrevo há mais de 15 anos quero só dizer aos leitores que cheguei aqui em dezembro de 1979 quase de passagem, mas ia ficar um ano na EsFAS onde em 16 de dezembro tive formatura do curso de Sargento e passei a fazer parte da escola local e aqui estou até hoje. Imagine o dia em que desembarquei direto ao Hotel Rossato, só tinha a Paróquia e o Salão Paroquial das Dores, a Brigada Militar e o Hospital, tudo era mato com ruas precárias, atoladores, não tinha nada, mas nos últimos 30 anos precisa dias para contar o crescimento da cidade, a expansão da mesma e a partir de 1976 quando deixei a BM passei a estudar a cidade como corretor de imóveis. Está gravado na minha mente as ruas e avenidas de Santa Maria, o dr. Farret me ganha pois guarda nomes de pessoas e fatos históricos. Quero dizer aos leitores o quanto a cidade prosperou, aquelas lojas antigas locais dos italianos, dos libaneses, dos judeus e tantas outras etnias eram tradicionais em nossa cidade, hoje sumiram e poucas restaram, pois cederam espaço as redes. Os armazéns de cadernos, não tinha shopping e nem mercado, surgiram as mercearias, não tinha fiscalização e a carne talvez tinha melhor sabor do que hoje. Só devo dizer aos leitores e aos ouvintes do Programa A Cidade que jamais imaginaria ter ficado aqui e ter recebido a família Roveda tantas bondades deste município. Todos os anos no dia 17 de maio faço uma reflexão desta minha trajetória contemplando a cidade, agora por exemplo, geralmente no final de semana vou a Camobi ou até a Ulbra com quase tudo duplicado e aqueles gigantescos viadutos que não eram necessários contemplando os investimentos lado a lado. É uma gratidão para quem aqui nasceu ou elegeu a cidade para morar e trabalhar. Não anda fácil conduzir qualquer empreendimento, mas agradeço ao dom da vida e peço para que venha muita luz e paz para seguirmos em frente. E a maior gratidão para mim aconteceu em 2012 quando os 14 vereadores me concederam o título de Cidadão Santa-mariense, quantos outros mereciam esse reconhecimento, mas competiu a cada um deles fazer a escolha. Neste domingo fique em casa, mas dentro do possível faça um passeio com a família de carro para contemplar a cidade que o acolhe e conte para os filhos e netos, você que é mais idoso igual a mim, a história da Boca do Monte, que Nossa Senhora Medianeira nos proteja, obrigado pela chuva de terça-feira e que interceda para que o coronavírus passe por aqui, chegue até Brasília para pôr paz, equilíbrio e produzir em cada um a humildade e o bom senso na sua atividade.

Oração a Nossa Senhora da Esperança

Senhora da Esperança, tua alegria era fazer a vontade do Pai.
Tua vida era estar atenta às necessidades dos outros.
Intercede por nós!
Quando nossa fé vacila.
Quando somos tentados a desesperar.
Senhora da Esperança, intercede por nós!
Quando fechamos o coração.
Quando consentimos à injustiça.
Senhora da Esperança, intercede por nós!
Quando parece ser difícil seguir teu filho.
Quando nos cansamos de fazer o bem.
Senhora da Esperança, intercede por nós!
Quando o não se antecipa ao nosso sim.
Leva-nos a Jesus Cristo, nossa esperança.
Amém.

APOIO: Vidraçaria Miragem, Estação Rodoviária, CFC Padre Reus, Construtora Jobim, Pampeiro, Expresso Medianeira, AM Brum Assistência Familiar Angelus, Desinservice, Sislimpa, Sicredi, Casa do Pastel, Bella Vista Supermercados, Floricultura Yamamoto, Sercimaq, Labivida, Pozzobon Agropecuária, Auto Ivo Multimarcas, Churrascaria Bovinu’s, Restaurante Estância do Minuano, Mecânica Manfio, Irmãos Bissacotti, Sucessu’s Tecidos e Malhas, Agafarma Camobi, Beltrame Casa Completa, Sibrama, Aguativa, Redemac Potrich, Tiane Jóias, SM Fibras, Santa Catarina Transportes, Mecânica Medianeira Randon, Vigilare, Madeireira Cerrito, HCAA, Duque Auto Posto, Coopaver, AM Brum Funerária, Unimed, Moinho Santa Maria, Loja Safira, Frazzon Iluminação, Restaurante Vera Cruz, Ponto das Pedras, Multipress, Posto São Marcos, Guigu’s Gás, Travelmix, SIM (ATU), Casa do EPI, Marcenaria Tropical.

Comment here