Sem categoria

Ponto do Cafezinho 20/04/2020

Decretos: deveria ser igual a Constituição em que o presidente edita um padronizado, o estado tem poderes e faz o dele e as prefeituras também. Agora com a decisão do STF eles têm autonomia, mas tem muito prefeito por aí com medo e abusando do poder tomando decisões inesperadas, olhando pelo Brasil afora, que prejudicam a todos. É necessário bom senso e fazer dentro do seu limite. Pelo que vem sendo divulgado teremos uma crise financeira pela frente sem precedentes e vai sentir muito mais a máquina pública que não vai ter arrecadação. Acompanhe pela mídia e pelos decretos alguns absurdos que vêm acontecendo. Me acompanhe sempre pelo nosso site diariamente www.jornalacidade.com, fique atento, pois tem outro jornal com o mesmo nome, mas no site dele tem o ‘br’ no final e no nosso não.

Fios ou cabos: não importa. É um descaso com as operadoras que devem pagar aluguel para usar espaço público e postes. Em frente ao Bangalô Motel um cabo está solto há mais a de 30 dias, ninguém vai socorrer. Ele baixou tanto que quem sai do estabelecimento com camionete grande quase toca nele. O mais grave é que passa por minuto dezenas de grandes caminhões com fila dupla. Naquelas alturas se alguém passar rente ao cabo vai levar tudo junto inclusive o poste que sustenta a rede elétrica e das operadoras. A gente liga e todo mundo diz que não é o responsável, acho que o DNIT deveria multar. Vejo neste local a provocação de um acidente e depois que o fato acontecer aí vão punir os responsáveis. É bom prevenir. Onde está o ministério Público, a Defesa do Consumidor e a fiscalização em geral em um fato dessa relevância e não dão importância. A frase clássica é “não é comigo” ou “vamos providenciar”. Em uma das ligações foi dito o seguinte “primeiro vamos lá ver de quem é o cabo para depois agir”.

Colégios: volta às aulas sem previsão, mas alguns pais estão trabalhando com horário limitado. Onde ficam as crianças que antes ficavam nas creches? E aqueles colégios que não querem negociar a mensalidade e sim apenas cobrar. Em alguns casos crianças com 4 ou 5 anos têm que estar de uniforme assistindo à aula nas redes, esse é um instrumento que comprova que o professor deu a aula e ela pode ser cobrada. Imagine uma criança de 5 anos de uniforme parada assistindo a aula. Alguns colégios que não querem negociar as mensalidades, inclusive cursos de idiomas vão acabar fechando por falta de alunos.

Contas de água e luz: a todo instante chegam denúncias para nós sobre o valor que vem sendo cobrado. Foi divulgado que em alguns locais a leitura foi feita com base no consumo dos últimos três meses. Consequentemente com as temperaturas elevadas, o uso do ar condicionado, vai dar uma diferença. Até de imóveis vazios a conta de luz subiu e mandam o consumidor resolver a questão via aplicativo ou redes sociais. Pode? Como as pessoas de idade vão fazer isso? E presencialmente a RGE está fechada, só com agendamento. Alguém pode tomar alguma providência visando o consumidor?

STF: uma ação positiva determinou que o acordo entre empregado e empregador que é um sucesso na garantia do emprego pode ser feito entre as partes sem a presença do sindicato. É uma vitória para ambas as partes e o trabalhador terá garantia no seu emprego.

Espaço público: é onde a pessoa tem o direito de ir e vir, mas não de estacionar em alguns locais do centro. Só pagando. A partir de hoje voltou a ser cobrado. Quanto a prefeitura arrecada por mês? E onde são aplicados os valores?

Fundo rural: o STF julgou constitucional que o vendedor entregue o produto ao consumidor e a empresa deverá reter uma porcentagem para ser repassada ao governo que dá direito a aposentadoria e demais benefícios pela previdência.

Ministério da saúde: estão atentos com as pessoas idosas. Sexta-feira à noite recebi uma ligação do 0136 do Ministério da Saúde. Não perguntaram nome e nem dados simplesmente recomendaram ficar em casa, qualquer sintoma procurar atendimento e fizeram indagações sobre minha saúde. Esse você pode responder, pois não pedem dados e é seguro. Pesquisas: quem está pagando elevados valores para emitir opiniões avaliando o trabalho de pessoas. Qual o interesse nisso? E o principal ouvem 1.600 pessoas no Brasil. Geralmente é pesquisa direcionada e não espontânea, assim são as de eleições, pois induzem quem está na frente a ficar ainda melhor.

Dinheiro: bom que o governo se solidarizou com tantas pessoas que precisam, mas pelo que se viu o consumo aumentou. É necessário que alguém oriente quem recebeu e ganhou cesta básica para economizar. Com essa temperatura tudo vai bem, não esqueça que tem o inverno pela frente. Também tomem cuidados nas casas, quantos incêndios tivemos destruindo residências e as pessoas perdendo tudo, é necessário fiscalizar as ligações elétricas e o uso das tomadas para que não fiquem sobrecarregadas porque pela estiagem o fogo se propaga com mais facilidade. É prevenção e planejamento de finanças.

APOIO: HCAA, Duque Auto Posto, Coopaver, AM Brum Funerária, Shopping Independência, Unimed, Moinho Santa Maria, Loja Safira, Frazzon Iluminação, Restaurante Vera Cruz, Ponto das Pedras, Multipress, Posto São Marcos, Guigui Gás, Travelmix, SIM (ATU), Casa do EPI, Marcenaria Tropical.

Comment here