Ponto do Cafezinho

Ponto do Cafezinho

Eleições municipais: dia 11 quem tem vínculo com a mídia em programas ou participações deve deixar o cargo se for pré-candidato. Constatamos na cidade o vai e vem, algumas siglas estão de plantão negociando cargos é só acompanhar, mas assim funciona a política, dando que se recebe. Agora a responsabilidade cabe aos partidos e ao diretório. Não falta candidato para escolher, é saber escolher, analisar o passado, o presente e o futuro. Analisar o seu trabalho como político e quem pretende ser candidato deve entender de política, ser administrador, empresário e não apenas bom de voto. Vamos qualificar melhor, com tantas instituições de ensino formando pessoas poderemos ter técnicos, profissionais de elevados conhecimentos nos cargos tão importantes no executivo e legislativo municipal. Sentimos agora a falta em termos só um deputado federal e dois estaduais. E um pequeno auxílio daqueles que levam votos daqui. Vamos restaurar e inovar, mas fiquem atentos para não reclamar depois.
Paraquedistas: não sou contra que venham buscar votos aqui como nas eleições parlamentares, da mesma forma, aqueles que vem de outras cidades, trazem consigo o título, fazem uma lavagem cerebral em alguns partidos e vendem o peixe, eles empolgam. Alguém diz que chegou um presente para nós e que vai inovar na cidade. Gente! As pessoas nem são daqui o que você espera? Bendito o voto distrital, em que o bairro elege o candidato, mas faz parte e que sejam bem-vindos e as convenções partidárias sejam iluminadas para saber escolher a contento.
Dr. Jorge Fernando Vilarino: faleceu no final de junho, meu amigo de longo tempo. Essa amizade nasceu através de sua esposa Leoniza Mac Ginity Vilarino que em maio de 2004 visitou o Jornal A Cidade trazendo de presente o livro de sua autoria e patrocinado pela Câmara de Vereadores que traz Nossas Ruas…Nossa História. Para mim foi a melhor obra lançada pelo legislativo em que encontramos uma riqueza de informações, é meu guia diário, ali encontramos as ruas, o porque e a história do nome que foi dado a elas. Inclusive de ilustres pessoas de Santa Maria. O Fernando professor da UFSM, formado em Odontologia e Medicina. O casal sempre atencioso a comunidade participando das ações, mas assim é a vida, aos 74 anos, jovem deixou a cidade que na certa tanto amava. E a família Vilarino é muito conhecida na cidade.
Lixo: a prefeitura divulgou que foram recolhidas 160 toneladas. Foi necessário retroescavadeira para remover o lixo, em sua maior parte em Camobi. Falta conscientização e responsabilidade a alguns santa-marienses. Vamos fiscalizar e denunciar pelo 3921-7150.
Peixes: amanhã na Praça dos Bombeiros, no Feirão Regional e sábado na Cohab T. Neves.
Praças: prefeitura constrói, equipa, vândalos levam tudo o que podem. Tem que haver uma parceria com a comunidade e usuários para que fiscalizem e deem condições de uso.
Reforma no Estado: o governador quer levar adiante, terá resistência até dos proprietários de carros antigos com mais de 20 anos, que não são poucos. O bom seria fazer uma campanha pela troca, recebem o velho e pagam a diferença. Reformas sempre são bem-vindas e necessárias.
Teixeirinha: aquelas músicas com qualidade valorizando o Rio Grande. Nessa semana chegará às plataformas digitais, são 12 músicas inéditas do cantor Vitor Mateus Teixeira.
Calçada Legal: devem recordar o secretário Julio Rasquin do município que lançou o projeto audacioso em padronizar as calçadas de Santa Maria, mais uma lei que não foi adiante. A prefeitura lançou um projeto que vai notificar as calçadas danificadas, fazer orçamento, executar o serviço e depois cobrar o proprietário, não importa se é legal ou ilegal. O que questionamos é o momento atual, a cidade é um verdadeiro canteiro de obras o que é muito bom, recebemos a todo instante denúncias da falta de fiscalização, projetos de recuperação que deixam a desejar, qualidade do material aplicado de pouca durabilidade, só têm reclamações. E onde acontece obras a calçada danificada ou pelas raízes das árvores questionamos se o compromisso é do proprietário ou do poder público. Já escrevi sobre isso, deveria a prefeitura abrir concorrência para a calçada legal em que uma única empresa faria o serviço padronizado e ela mesma poderia financiar a longo prazo para o proprietário e ir construindo conforme a receita entrasse. Alguém vai consertar hoje onde tem raízes e árvores gigantes? É perda de tempo e de dinheiro.
Agosto: mês da raiva, do cachorro louco, mas a história nos faz lembrar fatos importantes. Não se mudar, fazer grandes negócios são simpatias do passado. No dia13 de agosto de 2014 um acidente aéreo vitimou Eduardo Campos, em 22 de agosto de 1976 a morte de JK em acidente, em 24 de agosto de 1954 o suicídio de Vargas, em 25 de agosto de 1961 renúncia do Jânio Quadros, em 1992 o presidente Collor e suas consequências, 31 de agosto de 2016 afastamento de Dilma Roussef. E a turbulência que chegou a 1964 com as origens neste mês e que chamam de Ditadura, olhando hoje a conjuntura política nacional o que estamos vivendo?
Fiscalização: excelente em São Sepé que foi apreendido um caminhão com 900 galinhas dentro de caixas e também ovos para serem comercializados. É muita crueldade, qual pena você daria para esse vendedor e de onde procederam?
Abelhas: a mídia vem comentando que vem sendo encontradas abelhas mortas como já aconteceu no passado. O que está acontecendo?
Luz: vão voltar os cortes. Tivemos uma trégua, mas para quem tem baixa renda pode pagar até o final do ano.
Nova gasolina: pelo que foi dito as vantagens são poucas, é um ingrediente para ter mais um aumento.
Ginásio Poliesportivo: vão ser recuperadas as quadras da Escola Municipal Castro Alves do Passo D’ Areia, a verba orçada R$ 350 mil, um dos melhores investimentos em educação que envolve as crianças.
UFSC: abertas as inscrições para mestrado e pós-graduação em agricultura. Esse é o caminho qu o Brasil precisa, qualificar profissionais para aproveitarmos as terras que temos para plantar.
Educação fiscal: nota 15 para a prefeitura nesse projeto que entre tantas ações com resultado em educação fiscal foi possível doar ar condicionado a algumas escolas. E recentemente foi divulgado o trabalho da equipe que conseguiu motivar o setor empresarial na entrega do imposto de renda e destinar o que a lei permite para entidades locais cadastradas. Não atingimos a previsão, mas é um início. É necessário trabalhar mais e conscientizar quem paga Imposto de Renda que participe da campanha e para que o dinheiro fique por aqui, pois quando chega em Brasília não volta mais.

foto: João Vilnei

Hipoteca: o governo abriu mais uma oportunidade em que o cidadão pode buscar um financiamento, pagar em até 15 anos desde que tenha imóvel e esse será hipotecado. Mas faça suas contas, se não pagar perde o bem que vai a leilão e você fica sem o imóvel.
Endividados: pesquisa mostra o crescimento de pessoas com contas a pagar. Isso que veio o auxílio-emergencial, cestas básicas, o seguro-desemprego. E daqui a pouco como será? Portanto, planejar e economizar.
Aplicativo: mais um para a cidade, está chegando o Chofer, sem uma lei especifica, trabalham à vontade, sem pagar nada, enquanto isso o Táxi Legal sofre com o rigor. Como vai competir com o aplicativo.
CACISM: junto com outras entidades e instituições realizou um belo trabalho na semana passada fazendo testes e sendo constatado apenas um caso em mais de uma centena de testes. É um indicativo de que estamos bem.
Rede Marista: em 2 de agosto festejou 120 anos que os padres chegaram em Bom Princípio e ali prosperou. Hoje estão presentes em 16 cidades com escolas maristas, centros sociais, a PUC, hospitais e outros estabelecimentos. Quero lembrar aqui o Irmão Gelásio o quanto fez pela educação e o quanto trabalhou junto com o reitor José Mariano da Rocha Filho na criação da UFSM e em 1975 transferiu o curso de Direito em andamento, o último de quatro anos, do Santa Maria para a UFSM, turma da qual eu faço parte. Além disso temos aqui o Colégio Santa Maria e o Colégio no Alto da Boa Vista.
Multas de trânsito: um cidadão comentou que passou a observar um guarda de trânsito de celular na mão e quem passava sem cinto de segurança ou celular na mão, ele gravava e disso resultaria multa. Sem cinto é R$195 e 5 pontos na carteira. É legal, pois o agente tem fé pública e sua palavra é verdadeira.
Calendário eleitoral: dia 11, emissoras ficam proibidas de transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidatos e de 31 de agosto a 16 de setembro acontecem as convenções partidárias que indicam os candidatos. Não são dezenas, mas sim centenas de pré-candidatos, vai ser ótimo para que as convenções escolham muito bem e qualifiquem os futuros mandatários locais. Que levem em conta o passado e a qualificação e não apenas se são bons de voto.
CORSAN: investimentos prometidos, mas pela sua necessidade de estrutura já iniciou as obras da ampliação da estação de tratamento da Vila Lorenzi. E ali vai acolher toda a rede de esgoto de Camobi que deverá passar ao lado da futura perimetral da 392. Por isso que digo que Santa Maria é um canteiro de obras.
Getúlio Vargas: o fazendeiro de São Borja ingressou na política, ocupou vários cargos, o principal na Revolução que foi até 1945, criou várias leis beneficiando o trabalhador, investiu e conquistou a presidência da República. Comenta-se que desde aquela época tinha corrupção e talvez cometeu o suicídio por estar desgostoso com quem o cercava. De 1950 a 1964 tivemos uma intensa turbulência na conjuntura política e depois tivemos então o movimento até 1985. A partir daqui nasceram as Diretas Já, a figura dos aliados e estamos diante hoje do que acompanhamos dia após dia em Brasília. Cuidado! Estamos em agosto. A juventude de hoje deve procurar saber o que se passava no país naquela época.

DIA 4 DE AGOSTO

Foi terça-feira, já passou, tantos aniversários como o do meu chefe Alcides Zappe, a mulher que admiro por sua competência e gestão pelo bem da saúde, Angela Maria Perin, meu amigo Cleomar Antonio Balem, inativo da BM, ex-prefeito de Silveira Martins e hoje dia 6 a jornalista Vera Jacques. Mas registro aqui meu aniversário, quando comecei uma vida nova em 4 de agosto de 1964, são 56 anos que deixei a agricultura para ingressar na Brigada Militar em Passo Fundo, onde lá, em Nova Prata e em Santa Maria permaneci por 11 anos. Agradeço ao dom da vida, a saúde, à lição que tive como pequeno agricultor no interior de Marau e as oportunidades por onde passei principalmente aqui trabalhando e estudando, as portas se abriram em vários segmentos e hoje estamos contabilizando o tempo e a idade e acompanhando a evolução. Mais uma vez o meu muito obrigado pelos mais de 50 anos que aqui estou e pelo quanto pude contar com a comunidade. E poder com minhas opiniões retribuir pautado sempre na valorização da produção e do que é nosso e muitas vezes sendo incompreendido. Dizem os mais antigos ‘depois dos 70 tudo é lucro’, eu diria mais ‘precisamos continuar com vitalidade, ocupações e para que alguém possa nos ouvir aproveitando os ensinamentos que a vida nos proporcionou, mas o momento é de repensar, dadas as mudanças, a crise e as exigências atuais. O coronavírus deixou o aviso para colocar limites, o que nos falta quase de modo geral é a conscientização, fazer bons negócios, ganhar dinheiro suficiente para viver e produzir com ética, transparência e lealdade, sem ganância, sem ódio e sem inveja, aplaudir sempre aquele que vai começar uma atividade, pois ele precisa de estímulo para ir adiante. O agosto é marcante pela data mencionada e outros fatos políticos e empresariais desse país além do frio rigoroso. Vamos zelar pela saúde e sempre buscar no seu caminho de fé a intercessão que assim você será um vitorioso, seja humilde e sempre tenha misericórdia e perdoe aqueles que você achar que são seus inimigos.

Comment here