Resumo Digital

Página 15 – Edição 1317

Santos em julho

Sempre encontramos pessoas que são devotas e pedem a intercessão para agradecer ou atingir seus objetivos. E a edição de hoje do jornal impresso cita as datas e os santos mais conhecidos do mês em referência aos amigos comemorado no dia 20 de julho.
No dia 3 São Tomé Apóstolo que expressou solidariedade ao Cristo na última viagem a Jerusalém com as palavras ‘vamos nós também para morrer com ele”. Dia 6 Santa Maria Goretti que aos 12 anos sofreu um atentado de estupro, resistiu à violência e o autor assassinou-a a facadas, cumpriu 30 anos de cadeia, ao recuperar a liberdade converteu-se e entrou para a Ordem dos Capuchinhos como irmão e assistiu a canonização de Santa Maria Goretti, chamava ela de ‘meu anjo protetor’. São Bento Abade em 11 de julho foi declarado patrono da Europa. Santa Paulina no dia 12 de julho foi beatificada em 1991 em Florianópolis pelo Papa João Paulo II e ele mesmo a santificou em 19 de maio de 2002, mas entre outros fatos que a transformaram em santa foi em 12 de julho de 1890 junto com a amiga Virginia acolheu e cuidou de Angela Lucia Viviani, governanta doente de câncer dando início assim a Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição que foi aprovada pelo Bispo Dom José de Camargo Barros em 25 de agosto de 1895, sugerimos a quem for a Santa Catarina, que visite o Santuário de Santa Paulina em Nova Trento. São Camilo no dia 14 fundou a Ordem dos Ministros dos Enfermos Camilianos destinada a construir hospitais e atender os doentes e anualmente acontece em Aparecida a Romaria dos Devotos de todo o Brasil, sempre neste período e nas pregações ele é lembrado. Dia 16 Nossa Senhora do Carmo, a santa do escapulário, sua capela fica no Bairro Perpétuo Socorro e ela é padroeira das Irmãs Carmelitas. Dia 25 São Cristóvão, padroeiro dos motoristas, para refletir “ao atravessar uma perigosa ponte carregando uma criança ele falou: Menino você é tão pesado que parece carregar o mundo na mão. Respondeu o menino: errou por pouco, você está carregando aquele que criou o mundo”, por isso, que ele é protetor daqueles que de alguma forma transportam outras pessoas.

Inverno da solidariedade

Já tivemos uma amostra do que poderemos ter até setembro, sabemos o quanto o governo foi solidário com bilhões de pessoas com o auxílio-emergencial que fez bem, construiu a autoestima para as pessoas, mas devemos também mencionar a solidariedade santa-mariense do que foi e vem sendo feito de campanhas para arrecadar donativos seja em produtos alimentícios ou agasalhos. Centenas de pessoas, entidades e instituições sem visar qualquer objetivo financeiro ou pessoal estão dedicadas a ajudar quem tanto precisa. E as pessoas que têm condições doam e a prefeitura depois faz a devida entrega. Vamos continuar nesta caminhada e quem recebe deve fazer um esforço para retribuir tudo o quanto receber. E o principal dessas campanhas é fortalecer e entusiasmar as crianças para que possamos formar uma nova geração consciente, responsável e acima de tudo solidária. Depende de cada um. Da mesma forma, os decretos e leis de modo geral devem ser respeitados para mantermos a preservação da vida. É necessária a colaboração de todos e quem puder continue doando, pois não faltam postos de recolhimento. Chamou atenção este ano o Cálice da Solidariedade na quinta-feira de Corpus Christi com a quantidade de alimentos e agasalhos que foram doados.

Proteção às florestas

É tão importante que até a data existe, 17 de julho, numa abrangência geral comenta-se muito no país a preservação da Amazônia e da mata atlântica. Tudo se resume em meio ambiente e como se sabe nos últimos tempos a legislação tem sido rigorosa com penalidades maiores para quem infringe as normas locais e quando se fala em proteção às florestas podemos comentar também o quanto é importante o plantio de árvores pelas cidades para preservar o meio ambiente, produzir sombra e perigos também. Recentemente o vendaval atingiu várias cidades causando transtorno aos moradores. Meio ambiente é importante, conservação da floresta e proteção da mesma forma, no entanto plantar árvores na região urbana deve ser feito por técnicos que tenham liberdade de podar e conservar as mesmas, para não criar problemas na altura e na raiz na profundidade. Sempre bom o investimento desde que seja bem administrado e entregar para quem sabe, pois, nossa cidade sempre tem cursos de preservação para plantas e flores. E nossos morros que cercam Santa Maria têm grandes reservas florestais.

Comment here