Resumo Digital

Página 13 – Saúde – Edição 1317

Atenção no inverno: Com as mudanças que enfrentamos devido ao covid-19 com o uso de máscaras neste ano não percebemos os narizes vermelhos e escorrendo, mas podemos ouvir alguns espirros ou tosses, que surgem com as doenças respiratórias muito conhecidas pelos gaúchos nesta estação como rinite, sinusite e bronquite. E por ficarmos mais tempo em ambientes fechados elas aparecem com mais frequência pela falta de circulação de ar. Mesmo que sejam doenças comuns da estação é fundamental procurar um médico para diagnosticar com precisão e indicar o tratamento adequado para evitar evoluções das doenças. Como forma de prevenir recomenda-se manter os ambientes bem arejados, cuidar cortinas e tapetes (que acumulam poeira e ácaros), evitar a troca brusca de temperatura. Em relação a covid-19 os sintomas como tosse seca, falta de ar e coriza também são comuns, mas o que se deve levar em conta é a constatação de febre, dores no corpo, na cabeça, na garganta ou muita falta de ar.

Alimentação: Com a mensagem para que fiquem em casa o apetite é maior e a pessoa não consegue se controlar muitas vezes, portanto é bom administrar o que vai consumir e cuidar os dois lados, principalmente o seu bem-estar e é através de uma alimentação saudável que isso vai acontecer.

Vacinação: Não deixe o prazo terminar e nem o estoque, procure o posto mais perto, faça sua vacina que ela consegue equilibrar o frio, o inverno e a contaminação do vírus da gripe.

Hepatites: Julho amarelo conscientiza para as hepatites virais que causam a inflamação do fígado, são cinco principais tipos A, B, C, D e E. Elas variam muito em relação à transmissão e evolução clínica. No Brasil as mais comuns são A, B e C. elas podem se manifestar de forma aguda (período de sete a 10 dias em que apresenta sintomas gerais como cansaço, falta de apetite, febre e náuseas, eles diminuem quando ela apresenta o famoso ‘amarelão’ e fica assintomática) ou crônica (quando o paciente não se cura em até seis meses e não apresenta sintomas, é de grande risco, pois a doença evolui silenciosamente e só se percebe quando ocorre barriga d’água ou hemorragia digestiva, havendo pouca chance de cura). Os testes para hepatites A, B e C são oferecidos gratuitamente pelo SUS. A prevenção e o tratamento acontecem por meio de vacinas ou comprimidos, dependendo do tipo.

Asma: Uma doença inflamatória dos brônquios que dificulta o fluxo de ar, causando sintomas intensos de falta de ar, chiado no peito e tosse. A grande maioria dos casos tem causa genética e a pessoa já nasce com a doença, mas desenvolve sintomas ao longo da vida e deve procurar um pneumologista assim que perceber os sintomas porque mesmo sendo uma doença crônica ela é controlável e se o tratamento é seguido corretamente os pacientes acabam administrando bem a doença. Ela pode ser desencadeada por diversos fatores como cheiro forte, fumaça, mudança brusca de temperatura, infecções virais e bacterianas e no inverno a exposição ao ar frio e seco pode irritar os brônquios fazendo surgir tosse e falta de ar. O tratamento é feito durante toda a vida do paciente com acompanhamento e avaliação médica frequentes e além do uso de medicamentos também é preciso cuidar do ambiente com a limpeza constante de tapetes, cortinas, da residência em geral e de manter os ambientes arejados.

Aparelhos auditivos: Geralmente a procura maior é pelos idosos, acostumados em ouvir bem com o avanço da idade sentem dificuldades. É necessário fazer uma avaliação com profissionais para analisar se o uso do aparelho vai resolver a sua audição. Qualquer sintoma procure um ponto de atendimento e para quem nunca fez uma limpeza geral nos ouvidos, quando sentir que está perdendo a audição fala uma consulta com o médico otorrinolaringologista, talvez seja a solução para você ouvir mais. Se for o caso da perda de audição passe na Pró-Áudio no Calçadão e consulte a solução que você precisa. Devemos lembrar que crianças e jovens também têm problemas.

Doe sangue: Sempre falta nos estoques e não sabemos o que vem pela frente nesse inverno. Procure o Banco de Sangue ou o Hospital de Caridade e se estiver em condições seja um doador.

Dengue: O frio e a chuva favorecem as pessoas evitando a contaminação, mas passado esse período no quintal, poças d’água, garrafas vazias, pneus, ali poderá estar escondido o mosquito. O importante é manter limpo para evitar transtornos futuros.

APOIO: Vidraçaria Miragem, CFC Padre Reus, Construtora Jobim, Pampeiro, Expresso Medianeira, AM Brum Assistência Familiar e Funerária Angelus, Ravanello Restaurante, Desinservice, Sislimpa, Sicredi, Casa do Pastel, Floricultura Yamamoto, Sercimaq, Labivida, Pozzobon Agropecuária, Auto Ivo Multimarcas, Churrascaria Bovinu’s, Restaurante Estância do Minuano, Mecânica Manfio, Irmãos Bissacotti, Sucessu’s Tecidos e Malhas, Churrascaria Tertúlia, Agafarma Camobi, Walter Beltrame, Sibrama, Aguativa, Redemac Potrich, SM Fibras, Ponto da Dieta, Santa Catarina Transportes, Pizza You, Mecânica Medianeira Randon, Vigilare, Madeireira Cerrito, HCAA, Duque Auto Posto, Unimed, Moinho Santa Maria, Loja Safira, Frazzon Iluminação, Restaurante Vera Cruz, Ponto das Pedras, Multipress, Beliva Distribuidora, Posto São Marcos, Guigu’s Gás, Casa do EPI, Bella Trento.

image description

Comment here