EditorialResumo Digital

O domingo do cidadão

Como faço há mais de 22 anos veiculando minhas opiniões, alguém me disse que o jornal está muito opinativo, mas as pessoas contribuem com informações pensando no bem da cidade e eu acabo divulgando porque ela me acolhe há mais de 50 anos como forma de retribuir e colaborar. Mas amanhã é um dia especial e não poderia deixar de lembra-los por três motivos:

1º) Domingo, sagrado, de descanso, visite seu segmento religioso, faça uma prece pelo bem de todos nós e conviva com a família mantendo o distanciamento e não esqueça aquele churrasco, mesmo que a carne esteja com o preço nas alturas.

2º) Proclamação da República em 1889, que data! Dá para pensar todo o legado que a história registrou, o que passamos no Brasil desde 1500, o quanto levaram daqui e o quanto abrimos as portas acolhendo imigrantes por todo o Brasil. Claro que falarei da minha imigração lá da Itália, o quanto os italianos após navegarem pelos mares desembarcaram em solo brasileiro se espalhando pelo país, mais pelo sul e quem não conhece hoje a região de Caxias do Sul e por aqui também o início de Silveira Martins e vejam a prosperidade que os imigrantes construíram não se contentando em ficar aqui acabaram levando seus costumes e tradições inicialmente por Santa Catarina e Paraná e hoje Brasil afora. Brasil pátria amada acolhedora. E a riqueza que aqui possuímos causa inveja ao exterior pelo quanto se produz e se exporta e o quanto se desvia e se rouba, mas nem assim o Brasil quebra, porque entre os seus habitantes não importa raça, cor e posição social carregam a esperança de que tudo passará e dias melhores virão. Mas é bom ler sobre o que se passou antes da República e após sua proclamação.

3º) Eleições: é um dever cívico de todos nós que estamos em condições de votar legalmente. Inclusive a Constituição determina o dever de votar. O Título é um instrumento e quando o eleitor não vota tem suas consequências e limitações. Não induza ninguém a não votar, também não vote em branco. Quem tiver condições com mais de 70 anos igual a mim, vá votar. Se a conjuntura política nacional depois de 1985 está desse jeito em que cassamos presidentes, parlamentares, o Mensalão, a Lava-Jato, criou-se as facções que mandam nas cadeias com um tribunal para julgar seus comparsas, isso é culpa de todos nós por não sabermos escolher e muitas vezes nem termos participado das eleições. A mudança virá quando os governantes tiverem a conscientização de que é necessário investir na educação, dar direitos aos cidadãos, mas ao mesmo tempo que ele tenha deveres a cumprir e não só bondades. E no momento em que passarmos a investir nas crianças e que cada um seja consciente de seus atos o Brasil mudará e temos esperança de que isso vai acontecer. E todo aquele que quiser prestar um serviço ao povo, que o faça com ética e honestidade. E que as campanhas eleitorais sejam pagas do bolso dos candidatos e não com o dinheiro do contribuinte, nessa eleição mesmo quanto foi gasto e que poderia ter sido investido em educação e saúde. Mas a mudança não virá de um dia para outro, ela terá um longo caminho até que isso aconteça. Amanhã, domingo, lembre-se da Proclamação da República, vá votar e depois eleja o dia para o seu lazer.

Comment here