Edição impressa

Materiais de construção

O auxílio-emergencial, aquelas pessoas que administram financeiramente seus ganhos, sempre têm uma reserva, fazem bico, trabalham, tem a casa para morar, comprar ou invadidas e não pagam aluguel quando sobra um troco vão ampliando e reformando o seu lar. Se nós registramos durante a pandemia que ainda não terminou que os mercados e o setor alimentício venderam muito é inegável que as redes de lojas de materiais de construção que não são poucas de pequeno e grande porte apesar da alta de alguns produtos o básico se manteve estável e por ser um serviço essencial permaneceram abertas e com isso satisfez o setor empresarial, inclusive abrindo condições de venda, facilitando a compra para quem precisava. A cadeia produtiva da construção civil abrange vários segmentos e sendo forte e atuante o consumo e a procura pelos materiais em obras novas ou para reformas o caminho é único nas lojas de material de construção. Evidente que existe concorrência, algumas redes conseguem comprar com valores acessíveis e com isso fazem promoções para vendas e atraem os consumidores. Por isso, que sempre para quem vai às compras pesquise preço, mas valorize quem você conhece e aquela loja que é daqui porque assim o dinheiro aqui permanecerá.
Lojas Beltrame: entre tantas outras que cresceram e prosperaram tornou-se uma referência. Começou lá no passado com o saudoso Walter Beltrame e o Valnei seu filho deu continuidade, com quatro lojas na cidade o cartão-postal fica na Hélvio Basso, mas nunca esquecendo a origem e começo da loja na antiga Faixa Velha de Camobi, hoje Avenida Prefeito Evandro Behr e a família Beltrame sente-se feliz neste dia 12 em comemorar o aniversário de 86 anos da matriarca da família que sempre acompanha o andamento das lojas, Valquiria Beltrame.

Comment here