Sem categoria

HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO DE 163 ANOS DO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA(RS)

Tenho motivos de sobra para dizer isso. Gratidão por estar aqui há 52 anos e ter acompanhado a expansão e crescimento dessa cidade que recebe a tudo e a todos. Carrego comigo, espero que você também. Tudo que temos, que construímos ou realizamos e planejamos. O amor constrói, não só a parte afetiva, mas todos os segmentos. Já pensou o porquê Jesus Cristo fala tanto em amor, é grandioso. E assim, Segunda-feira devemos dizer a nossa padroeira, a nossa senhora medianeira padroeira do estado. Que abra caminhos e interceda por todos nós, pelo entendimento, pela solidariedade, e devemos seguir sempre focados na construção de uma grande metrópole, temos tudo para assim ser. Afinal, qual a cidade dos nossos estados que tem tantos segmentos focados no empreendedorismo. Primeiro, a população, simples e humanitária. E nós temos uma marca, a solidariedade. Segundo, o que motivou Santa Maria chegar nessa idade e nesse crescimento, que lamentavelmente quase acabou, e nesse contexto surgiram empreendedores que dedicaram sua vida e seus afazeres, mas dedicaram sua vida para a cidade de agora, do futuro. Aos poucos estamos melhorando e tenho certeza que um dia irá surgir uma nova Santa Maria, focada na tecnologia. Já temos condomínios fechados e com tecnologia. Aposentados, quem aqui residiu em Santa Maria foi embora e acabou v0oltando. Terceiro, Contingente militar: inevitável, e para minha tristeza foi adiado a divulgação qual a cidade vai acolher a escola de Sargentos. Reunimos todas as condições para a vinda da escola de sargentos. O meu medo é um canetaço político, que tem motivos para tanto. Mas, olhe para o efetivo do exército, da aeronáutica e da brigada militar. É tão forte o potencial que em 1984, os Estados Unidos colaboraram para fazer a pista do Aeroporto Local.  Quarto, comércio: Inegável também, por ser corretor de imóveis, diariamente investidores de outros estados procuram se estabelecer em Santa Maria. Olhe Acampamento, lojas de rede em quantidade e assim, que a construtora Jobim construir em 3 anos o complexo em andamento, essa parte da cidade será outra. Mas o nosso comércio expandiu-se por toda parte, para facilitar a vida dos consumidores. Quinto, Construção civil e gastronomia: É a alavanca principal da cidade, a primeira é uma cadeia produtiva, pois abrange todos segmentos, quem não sonha com a casa própria, e constatar aqui a inovação da cidade. Na gastronomia, temos sabores e gostos para todas as camadas sociais. Mesmo com a pandemia, inúmeros estabelecimentos fecharam, e quantas reformas aconteceram. E a noite Santamariense se completa pelo intenso movimento pelo suporto gastronômico e lazer. Mesmo sem estarmos sem os estudantes da UFSM. Sexto, Educação: Se a ferrovia foi o inicio do marco da cidade em 1820, devo destacar que em 1830 tivemos os primeiros cursos na cidade, motivamos pela criação de 1903 do hospital da cidade. E o surgimento de 85 de grandes lideranças, onde despontou o saudoso reitor, José Mariano da Rocha filho. Não mediu esforços para criar a UFSM. Que já existia na época a atual Unifra. Quem não lembra os cursinhos, os vestibulares. A partir daí começou-se os investimentos. E hoje, a cidade carrega essa bandeira educacional, pelo que tem para oferecer e pelos talentos espalhados pelo mundo. Sétimo, Turismo: Falta entendimento, dialogo e investidores, temos uma riqueza potencial, o principal, as igrejas de vários segmentos, e o Santuário da medianeira, da Nossa senhora de Lourdes, divino espirito santo em Camobi e nossas igrejas com prédios arquitetônicos e acima de tudo, o turismo religioso. Oitavo: O interior de Santa Maria, o agronegócio, a agricultura, a pecuária. Nós produzimos muito pouco pelo quanto consumimos, sentimos nos produtores o interesse em investir, porém, falta mão de obra, técnica, falta incentivo público, reduzindo juros e valores de insumos e maquinários. Pois no momento se importa quase tudo, é uma vergonha não temos uma indústria de leite, numa cidade de 300 mil habitantes. Em síntese, essa é minha opinião, ao registrar 163 anos de Santa Maria da Boca do Monte. À aqueles que querem opinar e conversar mandem e-mail ja@jornalacidade.com. Sou grato por tanta oportunidade recebida. Caminhos se abriram, espero sempre retribuir com trabalho e valorização, não só eu, mas toda minha família. E procurando sempre, ser solidário e visando o bem comum. Valorizando quem faz e quem produz. É meu jeito de ser e de falar. Peço a Deus que ilumine o setor público municipal para que encontre caminhos para trazer indústrias, pois elas produzem e geram emprego. Já que não podemos abraçar ninguém, ponha a mão no coração e leve a sua mensagem a quem você ama.

Comment here