Sem categoria

Dia dos Pais: A importância de estar perto de seu filho

ARTIGO
Por: Valeria Torronteguy Valle
Advogada Especializada em Direito do Consumidor e Família

Com aproximação do Dia dos Pais, a ser comemorado no próximo 09 de agosto de 2020, não há como negar que será um dia atípico para pais e filhos, diante da conjuntura que estamos vivenciando com o Covid 19. Alguns pais já idosos estarão sem poder ter a presença física de seus filhos, para não colocar em risco seus familiares. No entanto, não devemos esquecer de que alguns filhos menores gostariam de conviver mais com seus genitores. Ser pai é assumir um papel na vida de seus filhos, uma decisão que pode ser desafiadora, mas ao mesmo tempo, é um dever dos pais dividirem as responsabilidades inerentes à criação da sua prole, a legislação civil oferece um conjunto de deveres e obrigações dos pais diante dos filhos menores, que não se limita apenas em pagar pensão alimentícia no caso de divórcio, mas dar assistência material e moral até a maioridade. Vivemos, com certeza, um ano diferenciado, onde percebemos a importância do abraço, do estar junto, de importar-se com o outro, e de muita esperança para uma era de atitudes mais conscientes e responsáveis! É entristecedor conhecer a realidade de alguns filhos, vítimas do abandono afetivo, decorrentes da ausência do dever de cuidado do seu genitor. Por diversas razões, infelizmente, ocorrem mais casos do que se imagina indiferentemente da classe social. O princípio da afetividade, assim, deve ser um dos principais princípios a ser seguido pelas famílias, ainda que de pais separados. É imprescindível que as pessoas, pais e mães, sejam capazes de dar e receber amor e permitir que o outro o faça, pois o abandono afetivo pode causar muitas consequências jurídicas e ao bom desenvolvimento de uma criança. Um feliz Dia dos Pais.

Jornal_aCidade_Agosto_2020_LIB.cdr

Comment here