Edição impressa

CFC Padre Reus

São 60 anos preparando motoristas para todas as categorias. Com tantas alterações nas leis de trânsito no país só não modificam e não alteram a aplicação das multas e a cobrança de encargos. É um setor que trabalha com agilidade, quem comete infrações sabe disso. As reclamações para obter uma carteira pagando de R$ 2 mil a 3 mil reais, depende da categoria, para quem está desempregado ou busca um emprego torna-se um valor elevado e com isso vai para o exame nervoso e com medo de ser reprovado. No entanto, a legislação em vigor exige dos CFC’s uma frota de veículos moderna, sempre em condições e instrutores bem preparados, o que tem um alto custo para a empresa e o estado deveria reduzir sua parte, ou seja, cobrar menos taxas para obtenção da carteira de motorista. Com a pandemia o CFC Padre Reus teve atrasos nos exames e acabou acumulando, muitas vezes para quem tem necessidade em finalizar o processo com urgência, mas assim mesmo, são feitos mais de 100 exames por semana. Mas mesmo assim investiu também na aquisição de 4 carros 0km, 3 motos 0k e um microônibus 0km para melhorar ainda mais suas aulas. E, segundo a direção, os candidatos devem preparar-se psicologicamente para fazer suas provas e nunca é demais praticar mais horas-aula dentro do possível e das condições de cada um. Nesta última edição do jornal impresso queremos manifestar nosso agradecimento desde o momento em que o Daniel e a Karen assumiram o CFC Padre Reus eles se tornaram nossos parceiros no jornal impresso e no espaço na rádio e agora fazem parte também da nossa página em nosso site.

Comment here