Edição impressa

Casa para os idosos

A tendência é investir em estabelecimentos focados em hospedagem para pessoas idosas. Fruto das pequenas famílias de hoje que geralmente os filhos acabam deixando a cidade de origem para seguir seus rumos, lá se estabelecem e dificilmente voltarão para a cidade dos seus pais e seus familiares. Antigamente nas famílias numerosas não haviam tantas doenças e problemas como hoje, a pessoa idosa permanecia no campo até o dia de partir. As mudanças são visíveis e se faz necessário que alguém invista nas casas geriátricas ou hotéis e casas para idosos. A criatividade e a modernidade competem ao empreendedor sobre o que vai oferecer, desde o básico com alimentação, saúde e cuidados, mas já nas capitais encontramos grandes estabelecimentos com toda estrutura necessária para que a pessoa sozinha encontre um lar enquanto aqui permanecer recebendo assim a visita de familiares que muitas vezes pelos compromissos assumidos não conseguem dar atenção necessária aos pais.
Em Santa Maria temos o Lar das Vovozinhas que é antigo, construído e administrado por voluntários, mesmo assim a legislação não dá trégua. Mas com luta, dedicação e trabalho consegue se manter e o que não falta é a solidariedade da comunidade. Da mesma forma o Vila Itagiba, Oscar Pithan e outros em que lá estão hospedadas pessoas com idade avançada, mesmo que tenham sua aposentadoria, nem sempre ela é suficiente para pagar tanta bondade e amor que ali encontra. E abre-se as portas assim para que investidores e empreendimentos venham acontecer em nosso município. É um trabalho delicado e necessário, mas quem está ali à disposição do hóspede deve dar tudo de si pelo bem-estar do seu cliente, assim como é o caso dos hospitais em que médicos e enfermeiros e toda equipe o trabalho, amor e dedicação que tem com os pacientes. O tempo passa e já encontramos pela cidade mais de uma dezena de casas que acolhem pessoas idosas com toda estrutura para bem recebe-las. Cada local com sua estrutura diferenciada e valores também, mas são necessários. Não podemos esperar as bondades governamentais, pois o SUS só dá assistência médica e aposentadoria, ele não tem um plano social para o assegurado que venha a ter direito a hospedagem numa clínica geriátrica ou de outro tipo quando for necessário. As pessoas e famílias procuram sempre o melhor para seu familiar, principalmente quando não dispõe de tempo para cuidar de seus pais.
Investir sempre é um caminho que satisfaz o empreendedor, não importa o segmento. Quem se dá bem sempre é a cadeia produtiva da construção civil e o quanto vem sendo investido em clínicas veterinárias pela demanda existente, satisfazendo o desejo do empreendedor. O quanto será investido de agora em diante em hospitais e até cemitérios para os animais de estimação. E porque não pensarmos no ser humano e no quanto é necessário hoje investidores no conforto e bem-estar das pessoas que tanto fizeram aqui e na reta final na solidão, muitas vezes com poucos recursos, famílias pequenas e que precisam de um local que lhe dê dignidade de vida. E o segmento que abordamos, uma casa para idosos é um mercado promissor e além disso um trabalho social e solidário com que precisamos contribuir. Procure na internet as casas estabelecidas em nossa cidade.

Comment here