Edição impressa

Capelas mortuárias

Da Vila Liberdade ao lado do Cemitério Municipal é a contrapartida, uma negociação e quem vem a ganhar com isso é o município. Mas assim mesmo ele vai investir R$ 540 mil em obras na Rua Samuel Kruschim, no entanto, o Hospital de Caridade que quer ocupar o espaço de sua propriedade onde estão as capelas mortuárias hoje na Floriano Peixoto pagou para a BK R$ 1 milhão pela construção das capelas. E a Construtora DeMarco Incorporações de Erechim vai construir a infraestrutura em torno das capelas no valor de R$ 490 mil e como contrapartida ela dá a Santa Maria um investimento de mais de R$ 120 milhões, serão 23 prédios em Camobi. Na parte de iluminação postes e reforma elétrica a empresa Casa Nova de Santa Cruz do Sul ficou responsável num custo de R$ 238 mil e em contrapartida a empresa vai construir um condomínio fechado no Bairro Cerrito, com um investimento imobiliário de quase R$ 5 milhões. Essa negociação que vai somar quase R$ 2 milhões de investimentos seria da prefeitura, mas pelo Plano Diretor em vigor prevê a contrapartida e com isso com tantos investimentos a prefeitura só vai gastar R$ 540 mil, é um sacrifício para o investidor que vem de fora elegendo a cidade para contemplar o seu segmento, mas a Câmara aprovou e o prefeito sancionou. Isso assusta algumas empresas que querem aqui se estabelecer porque ao invés de receberem inventivos têm de pagar para aqui desembarcar. Os vereadores desta legislatura não se deram conta de que o investidor precisa de incentivo e não pagar para investir. Ganha a comunidade e o município. Se tivessem feito licitação ou se uma empresa construísse e explorasse as capelas não seria necessário o que relatamos, por sua conta, com investimento considerável a AM Brum Angelus construiu as Capelas Mortuárias em que foram criados obstáculos que agora foram resolvidos e estão em funcionamento na Hélvio Basso, sem custos ao município.

Comment here