Resumo Digital

Bandeira preta

Com a cogestão em que cada município pode fazer a sua parte, é necessária a conscientização de todos com paciência e diálogo. o comércio que foi o mais atingido abriu ontem e os serviços também, não foi como o esperado, porque as pessoas mudaram os hábitos. Cautela, pois tudo se resolve. E as pessoas estão preocupadas com o crescimento das contaminações e do número de mortos. Quem usa o bom senso e a responsabilidade fica em casa, mas não deve deixar de ir às compras, todos devemos colaborar e orientar quando é possível. Assim venceremos essa batalha. Quando falamos em diálogo que aconteça também entre os gestores públicos de modo geral, não só usando a caneta e o poder da lei.

Normalidade em vendas: assim que os três poderes cortarem custos da estrutura que cada um mantém sobrará dinheiro para aumentar até os valores do auxílio-emergencial, sonhar é possível, o difícil é concretizar, pois o custo da máquina pública quem toma conhecimento surpreende o que lá passa. E o que temos visto na mídia nacional com problemas de desvios e a ganância de dinheiro sem qualquer pena dos pobres e desempregados. E pouco se dão conta de que a pandemia veio modificar e restaurar um ovo conceito e uma nova forma de vida. E o comércio local e os serviços aos poucos têm o retorno dos consumidores. Nessa semana de Páscoa vamos liquidar os estoques porque guardar pelo próximo ano nunca foi bom negócio pelas mudanças constantes.

Aniversariantes: são tantos nesse dia, mas um abraço especial a Ceura Fernandes, esposa do Gaspar Miotto.

Obrigado: a todos que enviaram mensagens, algumas com uma riqueza de palavras, é quase impossível citar tantos, mas fico grato pela lembrança pelos 23 anos do Jornal A Cidade e o fim do jornal impresso. Quero citar três nomes de mulheres empreendedoras na cultura que têm mais de 20 anos dedicados à causa do Theatro 13 de Maio que é uma referência nacional que é uma casa reconstruída e adequada à cultura que tanto precisamos preservar, Ruth Pereyron, Regina Emanuelli e Libera Vontobel que conduziram no início o Theatro. E a Libera com a mudança de residência delegou os poderes à Ruth e a Regina e sua equipe. Reconheço a dedicação que elas têm com o Theatro da Saldanha Marinho. Mas continuamos como foi feito no sábado das 10h às 12h na Rádio Imembuí e na semana os anunciantes citados três vezes ao dia. Repercutiu a entrevista do Gustavo Jobim, sobre o Cristo Rei, em breve vai falar sobre o Centenário. Bem como a Agafarma Camobi do Vilmar Colpo. E como sempre a mensagem positiva do Padre Bertilo.

Auxílio-doença: o congresso autorizou o INSS a conceder o benefício sem a perícia por até 90 dias. Mas a medida vale até dezembro deste ano. São milhares de trabalhadores, sem salários da empresa, do INSS, em casa aguardando o chamamento e que o setor médico do instituto seja rápido com mutirões para que o auxílio-doença não entre na morosidade. Falta a sanção presidencial, não acompanhei se ele concedeu ou não, mas o assunto é importante pois vai beneficiar pessoas que estão precisando desse salário mesmo que só por 90 dias.

Serviços: quem precisa de um profissional que geralmente é autônomo e trabalha por conta em qualquer segmento, naquele serviço doméstico, principalmente à noite e final de semana por emergência combine o preço. Alguns estão se igualando aos médicos. E vem aquela colocação, com nota fiscal é mais. Aliás essa cultura, até em gente culta, abertamente dão o orçamento em duas condições, com nota ou sem nota. O quanto se desvia sem notas. Bem, somos tão cultos que os governos fazem campanhas para exigir a nota fiscal. Alguns são penalizados, mas outros sem qualquer constrangimento perguntam com nota ou sem.

É triste: mesmo que alguns segmentos se reinventem e vendam tudo o que puder importamos até o graveto para começar o fogo, lá de Ivoti. É necessário produzir mais e criar mais.

Bem-estar animal: o quanto as pessoas gastam para manter um cachorro ou um gato. E a mídia mostrou no último domingo voluntários no centro do país que abastecem uma favela com mais de 2 mil marmitas por dia. Eles preparam com o que as pessoas doam em produtos alimentícios e agora com a pandemia desapareceram os doadores. Lá em Florianópolis no bairro Agronômica bem em frente a capela e ao Mosteiro Santo Ivo um prédio com Hospital Veterinário, mas por aqui encontramos até creche para os pets. São investimentos necessários, as famílias reduzem o número de filhos e cresce o bem-estar animal. Mas é a escolha de cada um. Será que no futuro teremos mais animais do que filhos? Dá para meditar pelo que assistimos e acompanhamos. 

Vacinação: a correria de sempre em que as pessoas estacionam os carros no dia anterior na Av. Medianeira aguardando até as 8h quando inicia o trabalho. A prefeitura organizou a contento, a equipe bem treinada, tudo é feito com rapidez. Inclusive em algumas partes pessoas desconhecem o direito dos outros e estacionam em entradas de garagens e acesso as empresas. A vacina virá para todo mundo. Ficar na fila tantas horas é um sacrifício para pessoas idosas que precisam receber as doses. Acompanhe e evite aglomerações.

Alimentação: nesse momento é importante que cada pessoa cuide de si e tenha cuidados com sua saúde, mas a alimentação é um ingrediente indispensável para uma vida saudável. Além do consumo de frutas, legumes e outros, beba água em abundância.

Santo Antônio: as terças-feiras para quem costuma rezar as trezenas é dia de orações e pedidos e ao mesmo tempo agradecimentos, reflita sobre as 13 colocações a Santo Antônio
Treze pedidos a Santo Antônio
Ó Santo querido e milagroso, concedei-me estas graças que de todo o coração imploro:
Ajudai-me a salvar minha alma
Convertei os pecadores
Pacificai a minha família
Dai-me sorte nos negócios
Devolvei-me as causas perdidas
Preservai-me dos defeitos físicos
Curai-me das doenças
Não me deixeis cair em heresias
Defendei-me dos acidentes
Fornecei pão aos pobres
Fazei que eu seja bom católico
Livrai-me da morte repentina
Atendei a este meu pedido
Muito obrigado, meu bondoso Santo Antônio.

Roveda Imóveis aluga – ligue 55 98407-1000

– Floriano Peixoto a uma quadra do Calçadão, loja pronta com 170m².

– Na Rua do Acampamento, 590, loja e sobreloja para qualquer atividade, com 1.200 m²

– Galeria do Comércio uma sobreloja de frente para a Venâncio Aires, sala com 57m² por R$ 900,00.

– Casa na Dr. Turi com duas garagens e 9 peças, mais churrasqueira e cozinha separadas com forno para pizza.

– Na Rua Floriano Peixoto esquina com a Andradas, 1 dormitório com garagem de frente R$ 800,00 com bonificação.

– Na Barão do Trinfo próximo a Silva Jardim, 1 dormitório com garagem R$ 790,00. Prédio com elevador.

– Rua do Acampamento, 1 dormitório com garagem por R$ 860.

APOIO:

Construtora Jobim (55) 3026-4040, Pampeiro (55)3220-6000, Expresso Medianeira (55) 3301-3635, Floricultura Yamamoto (55) 3027-3133, Casa do EPI (55)  3225-3000 ou (55)  99702-3003, Vidraçaria Miragem (55)  3222-9367 ou (55)  3026-9367 ou (55)  99199-3566, CFC Padre Reus (55)  3223-3003 ou (55)  3221-1452 ou (55)   3221-3744, AM Brum Assistência Familiar e Funerária Angelus (55)  3222-7212 ou (55)  3025-6140 ou (55)  3015-2688, Desinservice (55)  3028-6888, Sislimpa (55)  3212-7700, Sicredi (55)  3220-2000 , Unimed (55)  3220-0500, Merenda (55) 99211-7856, Bangalô (55) 3211-1088.

Comment here