Sem categoria

Artigo Pe. Bertilo – Transparência

Pe. Bertilo João Morsch – Pároco da Paróquia da Ressurreição e Reitor do Seminário Maior São João Maria Vianey

         Com certeza, um assunto delicado e desafiador quando tratamos de desenvolvimento pessoal é a verificação dos valores que sustentam e definem a pessoa e suas decisões. É incrível o quanto o valor da transparência aparece com destaque no ranking, seja nas questões pessoais, familiares, escolares, corporativas, seja associativas e/ou religiosas, ainda mais em tempos de maior consciência sobre corrupção e honestidade, em que a palavra transparência passou a identificar títulos, condutas, plataformas para empresa, prefeitura e órgãos públicos. Transparência é um valor fundamental! Como anda a nossa?

            O conceito é da física, melhor, da ótica, que o define como a propriedade da luz de atravessar a matéria, os corpos. Significa deixar passar luz. É sinônimo de clareza e limpidez. Portanto, já se percebe que transparência tem graduação. Vai do límpido ao opaco. Já na filosofia, ser transparente é ser fiel a si mesmo, é mostrar-se exatamente como se é. O contrário de transparência como conduta é o cinismo. Aí percebemos que não é tão simples a transparência.

            Ser transparente é dizer tudo que pensamos? É agir sempre somente de acordo com nossos pensamentos, valores e exigências? Quando amenizamos nossa crítica ou usamos de diplomacia, não estamos sendo transparentes? Devemos falar tudo? Expor as mazelas, os defeitos, os feitos ou disfarçar, agradar, minimizar a crítica? Será que a transparência é como um líquido viscoso que cabe em qualquer espaço, que se adequa? E se os outros se chocarem com ela? Ou, disfarçando, corro o risco de usar máscaras para cada ocasião?

            Inúmeras perguntas para um valor tão denso e necessário! Uma coisa é certa: a transparência de atitudes, de ações é a possibilidade de criarmos relações autenticas e, ao contrário do que muitos pensam, a possibilidade de fortalecer as relações com ela é maior do que sua ausência. Pessoas transparentes atraem, unem e geralmente, se destacam como modelo de vida.

            Ser transparente é algo muito exigente, assim como fazer o bem. É essencial, mas é frágil e precisa de nutrição e cuidados constantes. Essa se rompe facilmente. Exige crescimento gradual. Afinal, ser transparente é ser alinhado com o que somos e isso implica não ter medo ou vergonha, não usar disfarces ou demasiadas justificativas. É não ter medo da nossa humanidade. É colocar luz também na miséria existencial, pois só assim alargamos em nós a compreensão do outro, o qual como nós, luta por transparência. Porém, isso não significa que nossa vida deva ser uma praça pública, onde todos entram, falam, passeiam e se vão. Então, parece uma “sinuca de bico”? Sim!

            Devemos assumir a responsabilidade de sermos transparentes como princípio e como valor, o que deve ser inegociável, mas, sabendo que é um processo, como andar de bicicleta, só se avança pedalando. Ser transparente não é ser “chato” ou intolerante, mas querer ser autêntico.

            E já que falamos de luz, o parâmetro será sempre o nosso empenho sincero em construir relações verdadeiras, tarefa para qual o amor no sentido pleno é a referência. A transparência por si só não nos garante a verdade. Ela precisa do amor.

            Neste próximo dia 17 celebramos mais um ano de emancipação politica do nosso município, peçamos a Deus o dom da sabedoria aos nossos representantes e governantes que possam agir sempre com transparência. Que as conquistas do nosso município sejam crescentes, demonstrando que somos nós que fazemos o amanhã e que a perseverança é a luz que ilumina o caminho para uma cidade cada vez mais justa. Peçamos as bênçãos de Nossa Senhora Medianeira a todos os que aqui nasceram ou chegaram e fizeram desta terra a sua terra. Que Ela nos proteja desta pandemia. Parabéns Santa Maria!

APOIO: Vidraçaria Miragem, Estação Rodoviária, CFC Padre Reus, Construtora Jobim, Pampeiro, Expresso Medianeira, AM Brum Assistência Familiar Angelus, Desinservice, Sislimpa, Sicredi, Casa do Pastel, Bella Vista Supermercados, Floricultura Yamamoto, Sercimaq, Labivida, Pozzobon Agropecuária, Auto Ivo Multimarcas, Churrascaria Bovinu’s, Restaurante Estância do Minuano, Mecânica Manfio, Irmãos Bissacotti, Sucessu’s Tecidos e Malhas, Agafarma Camobi, Beltrame Casa Completa, Sibrama, Aguativa, Redemac Potrich, Tiane Jóias, SM Fibras, Santa Catarina Transportes, Mecânica Medianeira Randon, Vigilare, Madeireira Cerrito, HCAA, Duque Auto Posto, Coopaver, AM Brum Funerária, Unimed, Moinho Santa Maria, Loja Safira, Frazzon Iluminação, Restaurante Vera Cruz, Ponto das Pedras, Multipress, Posto São Marcos, Guigu’s Gás, Travelmix, SIM (ATU), Casa do EPI, Marcenaria Tropical.

Comment here