Sem categoria

Artigo Pe. Bertilo – Mamãe

Pe. Bertilo João Morsch
 Pároco da Paróquia da Ressurreição e Reitor do
Seminário Maior São João Maria Vianey.

Toda mãe possui dois corações: um que é dela e o outro que é do filho…

Qual o filho que não se lembra de sua mãe no Dia das Mães? É praticamente impossível, não é? O Dia das Mães é a justa homenagem à mulher que espera um filho com ansiedade no coração e um brilho especial nos olhos, amando-o antes de ele nascer.

 Esse dia é também dedicado a todas as mães que se sacrificam para poder dar o que podem e, as vezes, até o que não podem, aqueles a quem mais amam no mundo.

E como não mencionar a mãe das mães, Maria de Nazaré, a mãe de Jesus e de toda a humanidade? Ela merece todas as homenagens do mundo porque, na sua beleza e grandeza, se espelham todas as mães do mundo. Este coração que só viveu para seu Deus. Que se esvaziou totalmente para que Deus ali se fizesse a única presença. Coração que guardou tudo o que não entendeu e que soube esperar o tempo de Deus para obter as respostas às suas indagações.

 Para honrar aquela que nos deu a vida – essa era a idéia da criadora do “Dia das Mães”- não é necessário um presente de grande valor. A concepção do presente foi implantada pelo comércio. Basta algo simbólico: uma flor colhida no jardim, um cartão, uma poesia… ou um abraço afetuoso, uma palavra de ternura, de reconhecimento… O que toda mãe deseja é sentir-se querida, amada.

Não há como falar de minha mãe em poucas palavras, por isso quero fazer muitos agradecimentos:

Mãe, obrigado por me admirar e me apoiar tanto.

Obrigado por me carregar no colo, mesmo quando eu não entendia os seus conselhos.

Obrigado por me ensinar que posso errar.

Obrigado por me fazer acreditar nas coisas de Deus.

Obrigado por me fazer olhar sempre o lado bom da vida.

Obrigado por me abraçar mesmo quando eu não merecia o seu abraço.

Obrigado por me entender quando eu achei que iria me recriminar.

Obrigado por me mostrar que vale a pena viver. Vivendo à vida como ela é.

Acho que se hoje sou uma pessoa com tantos amigos, devo muito a você. Espero continuar aprendendo muitas lições de vida com você. Obrigado por ser minha mãe.

Mãe, adoro olhar para você e saber que vim de você e que cresço com seu amor.

Mãe, obrigado por você ser quem é…

Rezo hoje e sempre, pedindo com carinho: cuidai bem de nossas mães, Senhor! Para que elas sejam como a vossa: jamais nos deixem sozinhos na hora de enfrentar a cruz.

Olhai por elas, Senhor! Olhai por estas belas senhoras cujo rosto resplandece de luz!

Comment here